Pode colocar comida quente na geladeira?

“Pode colocar comida quente na geladeira?” é uma pergunta que você já fez, eu já fiz e desde que a geladeira é parecida com o que conhecemos hoje em dia, todos já fizeram esse mesmo questionamento.

Pois estamos aqui para mudar o rumo dessa história e ser sua fonte confiável de informações para acabar de uma vez por todas com essa dúvida.

 

Vamos, juntos, entender se pode ou não guardar comida quente?

BTP_IMAGENS_CONTEÚDO_BLOG_775x400_COMIDA_QUENTE_NA_GELADEIRA_03

Olha, a resposta pode mudar um pouco, dependendo do lugar que você lê ou para quem você faz essa mesma pergunta. Por isso, traremos aqui as duas principais versões de respostas e seus argumentos para que você, nosso querido leitor, decida por si mesmo qual é a tão famosa resposta para esse dilema.

 

Olha… Não pode, não.

A primeira versão, e a de que a maioria das fontes concordam, é que a gente não pode colocar comida quente na geladeira.

Os argumentos para esse ponto são que isso pode prejudicar o funcionamento do seu eletrodoméstico, podendo gerar danos a longo prazo e aumentar o seu consumo de energia.

Isso se dá porque a geladeira funciona tentando, a todo momento, manter a temperatura interna estável para garantir que todos os itens dela estejam armazenados adequadamente. Assim, quando você coloca um alimento quente dentro da geladeira, ela acaba gastando um pouco mais de energia para fazer a troca de calor com a panela em si e o alimento dentro dela até que que eles alcancem o equilíbrio térmico — ou seja, a geladeira acaba se esforçando para esfriar seu alimento e manter a temperatura interna gelada.

Além disso, o alimento quente pode continuar soltando vapor dentro do eletrodoméstico. Isso altera um pouco como funciona a refrigeração dentro da geladeira, porque o vapor, sendo mais leve, acaba subindo e empurrando o ar frio para baixo, o que pode acarretar em pequenas mudanças no resfriamento de certos alimentos que estiverem mais para cima.

E falando nisso, existe, também, o argumento de que quando se coloca algo quente dentro da geladeira, a temperatura dos alimentos ao redor pode mudar, o que compromete a conservação do mesmo e, também, pode influenciar em sua validade.

Lógico, isso tudo não significa que, caso você o faça, sua geladeira vai pifar no mesmo momento ou sua conta vai vir o dobro do valor normal ou seus alimentos vão mofar na hora. Os efeitos de fazer isso são pequenos, como muitos lugares pela internet bem falam, mas não é porque são efeitos pequenos que não são impactantes. 

O impacto no funcionamento de sua geladeira, como dissemos, pode vir a longo prazo e o aumento da temperatura, ainda que seja pouco, pode estimular a proliferação de qualquer tipo de microrganismo e “prejudicarndo a conservação dos demais alimentos”, como foi dito pela nutricionista Juliana Gropp.

Não só pode, sim, como é o melhor a se fazer!

Agora é hora de ver o segundo ponto, o qual diz que, na verdade, pode colocar comida quente na geladeira, pois em nada afeta o equipamento ou os alimentos dentro dele e, na verdade, é até a melhor decisão a ser tomada.

Vamos por partes, primeiro falando dos argumentos que refutam o ponto apresentado anteriormente.

Nesta segunda versão, é dito que, sim, de fato a geladeira precisa se esforçar um pouquinho para equilibrar sua temperatura interna novamente, mas que isso não é demorado ou impactante o suficiente nem para aumentar sua conta de energia de um jeito expressivo, nem para estragar seus alimentos.

Com a tecnologia se desenvolvendo a cada ano que passa e isso sendo refletido na criação de geladeiras mais modernas e eficientes, os eletrodomésticos mais atuais acabam sendo econômicos por natureza. Com isso, esse tal de trabalho extra da geladeira para regular sua temperatura acaba sendo tão pequeno que nem vai, realmente, resultar em uma conta de luz tão alta.

Com isso, também não tem porquê se preocupar com alimentos estragando, já que em pouquíssimo tempo, a geladeira alcançará o equilíbrio térmico interno dela.

E o principal argumento a favor deste ponto é que, na verdade, não só se pode colocar comida quente na geladeira, como é algo benéfico! Segundo a engenheira de alimentos Cíntia Matiucce, depois que a comida ficou pronta, ela só pode ficar fora de algum tipo de refrigeração por duas horas em dias normais e, em dias quentes, esse tempo pode ser ainda menor.

O que é preocupante sobre isso é que, segundo uma pesquisa feita em 2021, pela USP — e que contou com 5 mil pessoas de todos os estados brasileiros —, 11,2% dos participantes disseram que guardam as sobras de comidas na geladeira depois de mais de duas horas. Ou seja, tem uma boa parcela de pessoas se colocando em risco sem nem saber disso.

Então, nas palavras da própria especialista, “o melhor é guardar a comida ainda quente”.

 

Se colocar comida quente na geladeira estraga a comida?

BTP_IMAGENS_CONTEÚDO_BLOG_775x400_COMIDA_QUENTE_NA_GELADEIRA_06

Como vimos nos tópicos anteriores, há um certo debate sobre isso. Há fontes que dizem que pode, sim, afetar a qualidade e a durabilidade dos alimentos. Outras, já dizem que não é um impacto tão grande assim para poder estragar qualquer comida dentro de sua geladeira.

Porém, para garantir que isso não aconteça de jeito nenhum, o que pode ser feito é: caso você coloque uma comida quente em sua geladeira, tire os que já estavam refrigerados de perto. Assim, evita que eles sejam submetidos a temperaturas muito maiores das quais eles já estavam expostos.

 

Quando colocar a comida na geladeira?

BTP_IMAGENS_CONTEÚDO_BLOG_775x400_COMIDA_QUENTE_NA_GELADEIRA_02

Bem, como vimos, uma comida fresquinha e quente pode ficar até duas horas fora da geladeira. Então, que tal esperar apenas um pouquinho — uns 30 minutinhos está ótimo — até a comida ficar morna?

Assim, ela vai resfriar mais rapidamente do que se estivesse completamente quente — o que também diminuirá, também, o esforço da geladeira em fazê-la ficar gelada —, você não corre perigo de expor seu alimento recém feito ao crescimento de microrganismos e ainda poderá ficar com a cabeça muito mais tranquila, sem se questionar se fez o certo ou não.

 

Como armazenar alimentos quentes?

BTP_IMAGENS_CONTEÚDO_BLOG_775x400_COMIDA_QUENTE_NA_GELADEIRA_05

Bem, caso você escolha colocar seus alimentos ainda quentes dentro da geladeira, existem algumas dicas de ouro para você garantir que tudo seja feito do jeito certo.

Depois de se alimentar, o ideal é retirar a comida da panela na qual ela foi feita. Ao guardar o alimento na panela, seja feita de ferro ou de alumínio, ela pode contaminá-lo, passando alguns elementos dos quais ela é feita para o mesmo.

Para evitar isso e ajudar que a comida esfrie ainda mais rápido, atingindo a temperatura ideal para ser conservada, é muito simples! Basta dividi-la em porções menores, guardando-a em potes feitos de vidro, de preferência mais rasos e que tenham uma tampa que os sele adequadamente.

Aproveitando que estamos falando desse assunto, que tal você dar uma olhadinha no nosso artigo especial sobre como organizar a geladeira de uma forma eficiente? Temos certeza que vai te ajudar, e muito, nessa missão.

 

Pode congelar a comida ainda quente?

BTP_IMAGENS_CONTEÚDO_BLOG_775x400_COMIDA_QUENTE_NA_GELADEIRA_04

Mesmo havendo tantas opiniões divergentes se pode colocar comida quente na geladeira, aqui, pelo menos, existe um consenso: não é ideal congelar comidas em altas temperaturas.

A questão é que os alimentos presentes dentro do congelador precisam permanecer congelados e na temperatura certa para manterem sua qualidade. Ao colocar algo quente dentro do congelador, isso aumenta a temperatura interna dele e, consequentemente, pode interferir no processo de conservação das demais comidas.

Talvez, o melhor é colocar o alimento ainda quente dentro de potes, como falamos acima, e resfriar dentro da geladeira antes de congelá-lo, por exemplo.

E aí, conseguiu decidir por si se pode colocar comida quente na geladeira ou não? Bem, seja lá qual for o caminho que decida seguir a partir de hoje, tenha a garantia que esteja armazenando seu alimento do modo correto, sem correr perigos com bactérias ou fungos e sempre cuidando da sua querida geladeira.

A gente se vê no próximo conteúdo. Até lá!

Compartilhar